O BPO no setor logístico

BLOG

HOME / O BPO no setor logístico
O BPO no setor logístico O BPO no setor logístico

O BPO no setor logístico

por Rodrigo Minutti Recchia / 02 abr, 2019

Você já imaginou sua empresa focada e dedicando seus maiores esforços apenas em seu core business em que terceiros fariam a parte burocrática e atividades-meio que não agregam valor direto a seu produto ou serviço? É esta resposta que encontramos no BPO – sigla para Business Process Outsourcing, que, conforme sua tradução, é a terceirização de processos secundários em seu negócio.

Este modelo traz às empresas a possibilidade de seus colaboradores trabalharem na especialidade da organização. Tarefas da área contábil, jurídica, fiscal, financeira, recursos humanos, infraestrutura e outras atividades administrativas passam a ser executadas por empresas outsourcing. Neste artigo, veremos alguns exemplos de ganhos em áreas estratégicas quando uma empresa faz uso de BPO.

No setor logístico, assim como acontece na maioria das empresas, temos uma grande demanda em Tecnologia da Informação (TI). Toda esta demanda de infraestrutura, hardware e software, pode ser terceirizada em ambientes como o de cloud computing, onde toda a infraestrutura necessária para o seu negócio é disponibilizada em nuvem, incluindo o sistema WMAS da Store Automação, assim como sistemas de transportes (TMS) e gestão (ERP). Essa prática gera ganhos imensos, pois reduz custos, como o licenciamento de softwares e infraestrutura de servidores e agiliza o acesso aos sistemas imprescindíveis para uma grande organização.

Outro departamento que é extremamente complexo e exige muito conhecimento é o setor fiscal de uma empresa. Com o BPO-Fiscal, pode-se otimizar, de forma significativa, a complexa legislação brasileira, pois muitos benefícios são obtidos com a utilização das melhores práticas fiscais dentro da área logística. Sistemas como o Store WMAS, TMS e ERP, já citados anteriormente, integram-se totalmente para proporcionar tais benefícios. Assim, uma empresa especialista em BPO-Fiscal seria a responsável por administrar tal setor de maneira eficaz e lucrativa.

Em um operador logístico, a presença de setores dedicados à contabilidade e à jurisdição, podem ser contratadas através de empresas parceiras, conforme surgir determinada demanda.

Com a adoção do BPO, os custos são variáveis (de acordo com a demanda necessária) e há uma redução significativa desses custos, pois a empresa passa a ser mais enxuta e focada. Esta é uma vantagem competitiva que não deve ser desconsiderada. Há diversas empresas dedicadas somente à terceirização e que agregam valor imediato à organização contratante.

Com a utilização do BPO, a alta administração passaria a gastar sua energia com assuntos estratégicos da empresa. A otimização do tempo possibilitaria que a gerência dispendesse mais atenção a seus clientes e parceiros, tendo em vista a busca por novos negócios e oportunidades no mercado.

Fale conosco: comercial@storeautomacao.com.br