Logística Terceirizada: vale a pena? – Parte 2

BLOG

HOME / Logística Terceirizada: vale a pena? – Parte 2

Logística Terceirizada: vale a pena? – Parte 2

por Store Automação / 06 maio, 2015

Assim como citado no post anterior, o outsourcing vem atraindo muitas empresas que não pretendem investir em aparatos logísticos, mas sim somente no seu core business, que é a função estratégica da empresa no mercado. Neste sentido, estas empresas terceirizam toda a sua cadeia de suprimentos.

Benefícios do outsourcing

De modo geral, o outsourcing beneficia todas as empresas, pois cada uma delas pode oferecer o que tem de melhor. A empresa contratante oferece um produto de qualidade ao consumidor, abrangendo um amplo mercado e com investimentos em marketing. Já o operador logístico oferece toda a infraestrutura necessária para que o produto armazenado seja cuidadosamente manuseado e transportado até o consumidor final, de forma segura, prática e rápida, bem como de acordo com a cultura difundida pela empresa contratante.
Quando planejada de forma adequada e com os recursos corretos, a contratação de um operador logístico para o armazenamento e distribuição da mercadoria se torna um diferencial competitivo, com maior satisfação do cliente final e com redução de custos.
Com a terceirização, o custo para a empresa depositante passa a não ser fixo, tornando-se, assim, variável. Desse modo, o operador logístico e o depositante podem estabelecer contrato de faturamento de acordo com o recebimento, a movimentação, a expedição e o seguro da mercadoria, de forma que o pagamento a ser efetuado é restrito somente ao trabalho executado durante um determinado período.
Pela ótica do operador logístico, este ganha em vários aspectos, como, por exemplo, na utilização dos mesmos recursos humanos, tecnológicos e de equipamento por atender diversos clientes, de acordo com sua sazonalidade, bem como por manter sua equipe sempre em constante operação. Já o depositante ganha em agilidade, otimização de processos, redução de custos operacionais e tem o respaldo de ter um serviço prestado por uma empresa onde seu foco é a logística realizada com eficiência, oferecendo a segurança esperada no serviço executado.
Por todos os fatos citados, o outsourcing pode beneficiar, e muito, qualquer empresa que almeje um serviço de qualidade no armazenamento e distribuição de seus produtos. Todavia, é importante destacar que há diversas peculiaridades que podem viabilizar ou não a terceirização. O importante é que as empresas entendam que sem uma boa infraestrutura logística não há como competir neste mercado cada vez mais acirrado e exigente.

*Rodrigo Recchia é gestor de desenvolvimento do produto WMS Store Automação, companhia de Tecnologia da Informação especializada no setor logístico.

Tags